A ONG Bird Life divulgou em setembro um relatório sobre espécies de aves ameaçadas de extinção no mundo. O Brasil entrou na lista com algumas espécies (Gritador-do-Nordeste, Limpa-Folha-do-Nordeste,Caburé-de-Pernambuco, Arara-Azul Pequena) e dentre elas a famosa ararinha-azul.

Segundo o estudo, que propõe um novo método para a declaração de uma espécie extinta, a ave-famosa como protagonista da animação “Rio”- deixou de existir na natureza por volta dos anos 2000.

Segundo o Instituo Chico Mendes, órgão do Ministério do Meio Ambiente, as principais causas para o seu desaparecimento são o tráfico de animais silvestres e a perda e degradação de habitat.

Mas talvez não seja o fim da linha. O Centro Nacional de Pesquisas para a Conservação das Aves Silvestres (Cemave), órgão do Ministério do Meio Ambiente, explica que as listas de espécies em extinção seguem abordagens distintas e por isso apresentam diferenças.