Rio Grande do Sul apresenta cartografia oficial do estado

Elaborado com recursos do Banco Mundial, o projeto recebeu um investimento de 3,5 milhões de reais

cartografia oficial do rio grande do sul 300x243 Rio Grande do Sul apresenta cartografia oficial do estadoA Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) do Rio Grande do Sul lançou, na terça (14/8), a cartografia oficial do estado.

Trata-se de um conjunto de dados geoespaciais de referência, que contempla as componentes planimétricas estruturadas em bases de dados digitais, permitindo uma visão integrada do território gaúcho.

A base cartográfica foi desenvolvida em escala 1:25.000, construída para atender primordialmente o projeto de Zoneamento Ecológico-Econômico (ZEE) do estado.

O conjunto de dados sobre a geografia, hidrografia, estrutura socioeconômica e sistema de transporte foi elaborado ao longo de quatro anos, com imagens de satélites e, a partir de agora, poderá servir de referência para diversas ações por parte do Poder Público e da iniciativa privada.

A referência utilizada anteriormente havia sido feita pela Diretoria de Serviço Geográfico do Exército Brasileiro e era antiga, contendo dados de aproximadamente 50 anos atrás.

A nova cartografia, elaborada com base em imagens capturadas em 2013, apresenta informações atualizadas da paisagem, compatíveis com sua escala. Dessa forma permitirá uma melhoria dos sistemas de controle de uso dos recursos hídricos, nas ações de planejamento do sistema rodoviário e nas análises dos processos de licenciamento ambiental.

Elaborado com recursos do programa Pró-Redes do Banco Mundial, o projeto recebeu um investimento de R$ 3,5 milhões do Estado. A cartografia está disponível publicamente nos sites da Sema e da Fepam, juntamente com a documentação técnica.

Acesse a Base Cartográfica do Rio Grande do Sul

RS contrata implantação de Infraestrutura de Dados Espaciais

O governo do Estado do Rio Grande do Sul lançou um edital de licitação para a implantação da primeira versão da plataforma tecnológica da Infraestrutura Estadual de Dados Espaciais do Rio Grande do Sul (IEDE/RS).

Coordenada pela Secretaria do Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), esta primeira fase de implantação, chamada Marco Zero, prevê a criação do banco de dados que irá compor a camada de armazenamento do nó central, a implementação da camada de serviços e das funcionalidades do Geoportal RS em ambiente web, dentre outras atividades.

A contratação também contempla atividades de capacitação e a elaboração de documentos de apoio aos usuários e gestores da infraestrutura.

O objetivo da SPGG é fomentar a integração, organização, padronização e disponibilização dos dados geoespaciais já existentes nas secretarias e órgãos do estado. Em paralelo, está sendo elaborada, em parceria firmada com o Exército Brasileiro, nova base cartográfica digital contínua na escala 1:25.000.

Mapeamento com Drones

O uso de drones em atividades de mapeamento será tema de dois cursos (básico + avançado) que vão acontecer durante o DroneShow Plus 2018, de 6 a 8 de novembro em São Paulo (SP). Confira a programação completa e garanta sua vaga!

A importância de uma rede altimétrica de alta precisão foi tema de debates no MundoGEO#Connect 2018, que aconteceu em maio passado na capital paulista. Confira um resumo do evento:

Imagem: Pixabay

Fonte: MundoGeo

Leave us a comment