Uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo, no dia 21 de junho, determina a preservação permanente da área localizada no Viveiro das Mudas da Rua do Matão, na Cidade Universitária “Armando de Salles Oliveira”, em São Paulo.

A área tem uma extensão de 10 hectares e é coberta com vegetação nativa da Mata Atlântica. A nova reserva expande ainda mais o percentual de áreas verdes preservadas da universidade – que já dedica mais de 30% de seus 7,6 mil hectares de território para a conservação.

Na mata dessas reservas podem ser encontradas mais de 368 espécies de plantas, dentre arbóreas-arbustivas, herbáceas e outras. Diversas espécies de aves também podem ser vistas na região, além de gambás e saguis.

Dentro das reservas estão trilhas, utilizadas para caminhada com fins de pesquisa e ensino, além de um lago artificial que concentra águas originárias de um afluente do rio Pinheiros.