Foto: Bruno Bezerra / Bichos da Caatinga

Câmeras de segurança registraram pela primeira vez a presença de uma família de pumas raros na caatinga nordestina. Os felinos foram encontrados na região da caatinga de Pernambuco, em Santa Cruz do Capibaribe, a 193km de Recife. A família é considerada porque é de pumas multicoloridos – Puma yagouaroundi. A cor predominante desses animais na região Nordeste é a vermelha, e nesta família há três membros com cor cinza.

 A ninhada tem três filhotes com dois padrões de coloração e os pais de cores diferentes. As imagens inéditas mostram que a mãe tem tom de cor vermelho, o pai de cor cinza, um filhote na cor vermelha e dois na cor cinza. O padrão comum dos pumas iaguarundis é que a ninhada tenha a mesma coloração.

“Esse é um registro único porque não existe foto desse bicho captada na natureza e nem em zoológico nenhum do mundo com ninhada multicolorida numa mesma cria”, disse o professor da Universidade Estadual do Maranhão e coordenador do projeto Gatos do Mato do Brasil, Tadeu Gomes de Oliveira.

A descoberta

A família de pumas foi descoberta porque filhotes de cabra e outros animais começaram a ser atacados na região. Preocupado, o proprietário de uma fazenda no município de Santa Cruz do Capibaribe pediu ajuda ao projeto Bichos da Caatinga.

O coordenador do projeto Bruno Bezerra, conta que as câmeras foram colocadas junto de antigos bebedouros que não secaram, apesar da forte estiagem que a região enfrenta pelo 6º ano consecutivo.

“Por conta da seca e da caça ilegal de animais que são presas dos pumas yagouaroundis a área está com desequilíbrio e, certamente, eles estão atacando cabritos para matar a fome”, analisa.

Os pumas

Os pumas yagouaroundis são “primos” dos Pumas concolor, felinos selvagens encontrados em toda a América. A espécie yagouaroundis “não é mais abundante no Brasil”, mas há registros em todas as regiões do país, menos no pantanal matogrossense, segundo o projeto Gatos do Mato do Brasil.