O grupo francês de energia EDF promete entregar no segundo semestre o que será um dos maiores parques de geração de energia solar do país. O empreendimento é localizado em uma extensa área plana próxima ao Rio São Francisco, no município de Pirapora, interior de Minas Gerais, e terá um investimento previsto de R$ 1 bilhão.

O parque de energia solar terá capacidade de gerar no pico da insolação 191 MW. Serão ao todo quase 600 mil painéis, que começaram a ser instalados em janeiro em uma área de 400 hectares, onde ficava uma antiga plantação de eucalipto. Cerca de 300 funcionários trabalham na montagem do empreendimento, a maior parte da cidade e da região.

Os painéis usados na usina são todos fabricados no Brasil, eles são resultado da parceria da Canadian (a mesma que é sócia no empreendimento mineiro) com a multinacional Flex, que tem fábrica em Sorocaba (SP). “Apesar de painéis brasileiros serem mais caros que os importados, temos como estratégia apostar em conteúdo local porque isso permite financiamentos com o BNDES, facilita outros financiamentos locais e também mitiga riscos cambiais”, afirmou Paulo Abranches, CEO no Brasil da EDF EM.A energia gerada em Pirapora alimentará a rede nacional.

A EDF Energies Nouvelles, o braço de energia renovável da multinacional e responsável pelo projeto, também tem planos para construir uma eólica na região de Morro do Chapéu (BA) com capacidade de 66 MW. O empreendimento deve estar pronto no fim do ano. As obras de um segundo projeto na região devem começar este ano. Os aportes previstos nos dois são de R$ 1,5 bilhão. O primeiro já tem financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).