A ferramenta desenvolvida pela Embrapa analisa as amostras de solo de forma não destrutiva, rápida e econômica

A Embrapa Solos desenvolveu um pacote de tecnologias que promete revolucionar a análise de solos. Denominado SpecSolo, a novidade tem a vantagem de analisar as amostras de solo de forma não destrutiva, rápida e econômica. Dezenas de parâmetros de fertilidade (carbono orgânico do solo, pH, cálcio, magnésio, fósforo, potássio dentre outros) e física do solo (argila, silte e areia) podem ser analisados simultaneamente em apenas 30 segundos. Enquanto isso, a análise convencional demora dias para apresentar os mesmos parâmetros.

1-natturis

“O SpecSolo é baseado no uso de técnicas de espectroscopia vibracional e de inteligência artificial”, diz André Marcelo de Souza, pesquisador da Embrapa Solos e responsável pela tecnologia. Souza explica que a tecnologia lança mão de algoritmos precisos e eficientes. “Estes algoritmos usarão um robusto banco de dados, com mais de um milhão de amostras de solos representativos do Brasil”, diz o pesquisador.

As amostras e dados analíticos relacionados foram obtidos de um dos maiores laboratórios de análises de solos do mundo, o Instituto Brasileiro de Análises (IBRA), parceiro do projeto de desenvolvimento e corresponsável pela tecnologia. “A solução analítica SpecSolo é uma das maiores inovações em análise de solos das últimas cinco décadas no Brasil, retomando a missão da Embrapa de propor e implantar novas metodologias em análise de solos no cenário agrícola brasileiro”, diz o chefe-geral da Embrapa Solos Daniel Vidal Pérez.

Tanto o instrumento quanto a tecnologia possuem a chancela da Embrapa. Portanto, o SpecSolo será mais um método oficial preconizado pela Empresa para análise de solos no Brasil. Além do numeroso banco de dados, o pacote tecnológico SpecSolo conta com um software hospedado na nuvem exclusivo para o processamento da informação e um equipamento inovador dedicado à análise de solos, denominado SpecSolo-Scan.

Como funciona?

De acordo com informações da Embrapa, o equipamento possui um amostrador automático que permite análise simultânea de 40 amostras de solo e autonomia para trabalhar sozinho durante 20 minutos. Após esse tempo, os resultados analíticos são gerados automaticamente, acessando remotamente o banco de dados. Os resultados podem ser liberados de acordo com o serviço adquirido pelo cliente, podendo ser na forma de resultados analíticos de cada parâmetro do solo, ou por faixas de interpretação da fertilidade do solo.

O projeto ainda conta com um sistema especialista para gerar recomendações de adubação e calagem, segundo os principais manuais disponíveis no País. O SpecSolo-Scan é o primeiro instrumento comercial de espectroscopia no infravermelho próximo e visível (VisNIR) do mundo a apresentar um amostrador automático e um sistema integrado com banco de dados totalmente dedicado à análise de solos. “Qualquer laboratório de análise de solos do Brasil poderá usufruir dessa tecnologia, acessando o portal da SpecSolo (www.specsolo.com.br)”, diz a chefe de Transferência de Tecnologia da Embrapa Solos, Denise Werneck. A página contém um formulário para cadastro dos interessados. Todos os produtos gerados pela parceria estão em processo de patenteamento, incluindo o equipamento, software e os modelos de negócio.

Fonte: http://sfagro.uol.com.br/