21
out

Raízen inaugura maior usina de biogás a partir de derivados da cana do mundo

Na última sexta-feira (16) foi inaugurada a planta de biogás da empresa Raízen. Localizada no município de Guariba (SP), a usina aproveitará subprodutos do processo produtivo do etanol e açúcar.

O empreendimento está próximo à unidade, da mesma companhia, que processa aproximadamente 5 milhões de toneladas de cana-de-açúcar por ano.

Será a primeira em escala comercial no mundo a usar a conversão da torta de filtro e da vinhaça para gerar energia elétrica, além de ser uma das maiores plantas de biogás: 21 MW de capacidade instalada.

Capacidade produtiva

A planta de biogás operará durante todo o ano, produzindo energia durante a safra a partir do processamento da vinhaça, e, na entressafra, a partir do processamento da torta de filtro. A produção anual da planta será de 138 mil MWh/ano, o suficiente para abastecer, por exemplo, a cidade de Araraquara, no interior paulista.

O projeto valoriza os subprodutos agroindustriais, fortalecendo a prática de economia circular nos processos produtivos da empresa, que produz biocombustíveis e bioenergia a partir da cana-de-açúcar.

Dos 138 mil MWh por ano de energia gerada, 96 mil MWh serão vendidos dentro de um contrato negociado em leilão de 2016 no qual a Raízen foi a vencedora. O valor excedente de energia poderá ser negociado no mercado livre ou outros contratos.

O projeto, que teve sua construção iniciada em 2018, é fruto de uma joint venture entre a Raízen e a Geo Energética.

Fonte: Blog do Juscelino